terça-feira, 19 de julho de 2011

Infecção CMV Congênita

Infecção CMV Congênita
A maioria das mulheres não apresenta qualquer sintoma. Cerca de 10% das gestantes poderão apresentar sintomas, que são facilmente confundidos com um quadro gripal – aparecimento de linfonodos no pescoço, dor de garganta, febre, mal-estar e prostração.

A infecção ocorre quando uma mulher grávida é exposta a CMV e a CMV passa da gestante para o feto, causando defeitos congênitos e deficiências de desenvolvimento.
O mecanismo exato através do qual o CMV atinge o feto durante a reativação da infecção latente materna ainda não é conhecido, mas acredita-se que a placenta funcione como porta de entrada e também como um reservatório no qual o CMV se replica antes de ser transmitido ao feto.

Diagnóstico de infecção congênita intra-uterina

 A necessidade de chegar ao diagnostico de infecção intra-uterina pelo CMV durante a gestação surge ou por suspeita de infecção aguda pelo CMV na gestante ou quando se detecta alguma anormalidade no ultra-som fetal.
 A hipótese de infecção aguda pelo CMV durante a gestação ocorre, quase sempre, em conseqüência da detecção na gestante de IgM para o CMV durante exames pré-natais de rotina.

Tipos de infecção
CMV Primário
Infecção por CMV primária refere-se à primeira vez que alguém pega CMV. Em outras palavras, eles entram em contato com o vírus pela primeira vez e não têm imunidade pré-existente ao vírus.
Grávidas - entre 1-4% de mulheres saudáveis ​​vão contrair  CMV pela primeira vez quando estão grávidas e correm o risco dos bebês nascerem com CMV congênita, que pode causar doenças graves. 

CMV Adquiridos
A infecção é quando uma pessoa está infectada com o CMV após o nascimento, durante a infância ou na idade adulta. A maioria das pessoas saudáveis ​​com uma infecção CMV adquirida geralmente tem poucos sintomas, ou complicações da infecção. Porque as infecções entre pessoas saudáveis ​​são comuns e geralmente assintomáticas, e não são necessários os esforços para prevenir a transmissão entre crianças e adultos saudáveis. ​​

Recorrente
Infecção por CMV recorrente é quando uma infecção CMV anterior que foi considerada dormente (ou latente) torna-se ativo como uma nova infecção novamente.
A infecção recorrente raramente causa sintomas visíveis porque o corpo que  tem imunidade pré-existente ao vírus. Reativação CMV raramente ocorre, a menos que o sistema imunológico da pessoa é reprimida devido a drogas terapêuticas, a doença, stress, hospitalizações, etc
Grávidas - Para mulheres grávidas saudáveis, a infecção CMV recorrente não representa o mesmo risco para doença grave em um recém-nascido como a infecção CMV primária.